O longo período de quarentena provocado pela pandemia do coronavírus mudou a relação do brasileiro com o lar. “As pessoas ficaram mais tempo em casa e passaram a investir em artigos que antes eram considerados supérfluos. A decoração recebeu atenção especial e o setor foi um dos poucos que cresceram em 2020 e deve continuar em alta em 2021”, comenta Adriane Mori Miguel, empresária do setor de decoração.

Setor de móveis e decoração cresceu mesmo em meio a pandemia (Depositphotos)

Parte do conforto de uma casa é garantido pela escolha da iluminação adequada para cada tipo de ambiente. Ela é imprescindível para tornar o espaço mais aconchegante, relaxante ou produtivo. “O foco no bem-estar levou as pessoas a procurarem projetos luminotécnicos para maximizar os benefícios da iluminação”, completa Adriane, que se especializou no mercado de iluminação.

Segundo ela, saber escolher o tipo de lâmpada, a forma de iluminação e até mesmo o lustre fazem toda diferença de acordo com a funcionalidade de cada ambiente. “Em áreas como quarto e sala, luzes mais amareladas e iluminação indireta ajudam na sensação de relaxamento. Em áreas como o banheiro e cozinha, a iluminação branca é importante para dar mais funcionalidade ao cômodo”, diz.

Para a área de trabalho é indicada uma cor neutra de lâmpada. “A luz branca é muito estimulante e cansa a visão, a amarela relaxa demais e reduz a produtividade. É imprescindível, também que a iluminação esteja direcionada para a mesa de trabalho”, explica.

Em tempos de ameaças de apagão e crise energética, o projeto luminotécnico deve ser construído de forma a aproveitar toda a luz natural existente no imóvel. “Luzes indiretas e o uso do dimmer, que permite regular a intensidade de luz, são algumas das tendências mais buscadas pelos consumidores. Lustres no estilo industrial, mais modernos, com cores mais neutras, cristais e feitas de materiais naturais são outros item buscados em projetos de iluminação”, completa.

Protagonismo

Segundo Adriane, os lustres ocupam cada vez mais lugar de protagonismo na decoração. “Tanto que nossa loja participa da Campinas Decor com um lustre de 1,80 metro e que pesa 100 kg em um dos banheiros do prédio do Cotuca. Esses objetos transformam ambientes, garantem personalidade e charme aos espaços”, completa.
A Campinas Decor acontece de 3 de setembro a 2 de novembro no antigo prédio do Cotuca, que fica na Rua Culto a Ciência, 177, Botafogo.

Esse, no entanto, não é o maior lustre que a loja comercializa. “Temos opções com cerca de 4 metros e que chegam a ter 42 braços. O portfólio é variado e há opções para todos os estilos e bolsos”, afirma.

O tipo de lâmpada e a forma de iluminação influenciam na funcionalidade de um cômodo (Depositphotos)

Dados do setor

Segundo estudo da Federação de Comércio de Bens, Serviços e Turismo de São Paulo (FecomercioSP), o setor de móveis e decoração faturou R$ 13,2 bilhões em 2020, uma alta de 13,5% em relação a 2019. A construção civil cresceu 19,8%, com um faturamento de R$ 67 bilhões em 2020.

Dicas de iluminação para ter uma casa aconchegante:

– Uso de dimmer traz conforto e aconchego
– Aproveite ao máximo a luz natural
– Home office pede lâmpada de cor neutra para garantir produtividade
– Direcione a iluminação para a área de trabalho, seja no escritório ou cozinha
– Luzes amareladas devem ser usadas na sala e quarto

Fonte: Da Redação/Assessoria