Para garantir o efeito de amplitude e continuidade visual que as peças de grandes dimensões proporcionam, uma aplicação correta faz toda a diferença

Linha Mármore Paraná (120 x 250 cm), da Roca Cerâmica

Tendência na decoração, os revestimentos de grande dimensões são cada vez mais procurados para a criação de ambientes sofisticados, que prezam pelas sensações de amplitude e continuidade visual. Pioneira na produção nacional dessas peças, a Roca Cerâmica é sinônimo de tecnologia e inovação, contando, em seu portfólio de SuperFormatos, com peças de 120 x 120, 100 x 200 e 120 x 250 cm que ainda trazem a menor espessura do mercado, com apenas 7 mm. Além dos formatos de produção nacional, também fazem parte da família de SuperFormatos os produtos nas dimensões 100 x 300, 150 x 300 e 154 x 328 cm, importados.

Resistentes, leves e amplas, as peças são indicadas para aplicações convencionais, em piso e parede, e ainda podem ser levadas para outros usos, como no revestimento de mobiliários, dentro de piscinas, revestimento de lareiras a combustão ou ecológicas, entre outras possibilidades. Mas para garantir o resultado desejado de aplicação, alguns cuidados são essenciais. “Fazer o assentamento de forma correta é primordial. A técnica indicada é a mesma utilizada em formatos menores, mas pede por ferramentas específicas para a movimentação, transporte e aplicação das peças”, afirma Fernando Gabardo, especialista da assistência técnica da Roca Cerâmica.

Linha Concrete (120 x 120 cm), da Roca Cerâmica

Para isso, o cuidado começa antes mesmo de assentar. “É necessário verificar se a superfície que o SuperFormato será aplicado está nivelada, livre de umidade, com os pontos de hidráulica e elétrica devidamente executados e conferidos”, diz Gabardo. Com isso acertado, basta retirar os produtos dos pallets com o auxílio de uma régua de movimentação, deixando o tardoz – como é chamada a parte de trás da peça – com fácil acesso para a aplicação da argamassa, que deve ser aplicada com a lado liso da desempenadeira dentada. “Depois, retire o excesso com os dentes da ferramenta, formando os cordões. É necessário repetir esse mesmo procedimento no contrapiso, antes de, com a régua de movimentação, deitar a peça no local em que será assentada”, ensina Gabardo, que recomenda posicionar as peças de SuperFormato ligeiramente fora da posição. “Assim, é possível arrastá-la até o posição final, promovendo o esmagamento dos cordões, expulsando o ar entre o verso da peça e base a assentar, garantindo assim a correta aderência da placa à superfície”, diz.

Por fim, retire o excesso de argamassa com uma colher de pedreiro. Agora, para um alinhamento perfeito, basta colocar os clipes do espaçador nivelador entre o revestimento e a argamassa, com um intervalo de aproximadamente 30 cm entre cada um deles. “Depois do assentamento, é necessário esperar 96 horas antes de retirar os clipes e cunhas”, alerta Gabardo.

Dicas para não errar

Segundo Gabardo, existem três pontos que geram erros muito comuns na hora do assentamento de peças de SuperFormato. Para evitar falhas, as recomendações da Roca Cerâmica são:

Nunca deixe de utilizar as ferramentas corretas. Seja para a movimentação da peça, para realizar o corte ou o nivelamento, por exemplo.
Realize sempre uma dupla camada de argamassa na hora da aplicação, sendo uma no tardoz da peça, e outra no contrapiso.
Faça a dessolidarização das juntas, para evitar estufamento e desplacamento das peças

www.rocaceramica.com.br
www.incepa.com.br

Showroom Roca Brasil Cerâmica

Av. Padre Natal Pigato, 974
Vila Delurdes, Campo Largo
tel. (41) 3391-1430

Fonte: Da Redação/Assessoria/Roca Brasil Cerâmica