Você saberia responder o que é o Sistema DALI de iluminação? Talvez você não tenha conhecimento desse sistema em específico, mas já imaginou poder controlar as luzes de um local com um dispositivo como o celular? Pois é descubra todos os benefícios que essa tecnologia pode oferecer.

O que é o Sistema DALI?

O Sistema DALI veio para inovar completamente o modo de controlar as luzes dos ambientes. Seu nome significa “Digital Adressble Ligth Interface”, que pode ser traduzido para o português como Interface Digital de Endereço da Luz, o que faz total sentido já que se trata de um gerenciamento de luzes por meio dos equipamentos.

O protocolo DALI é internacional, são diversos equipamentos com essa sigla que podem se comunicar entre si, independente da marca. Dessa forma existem diversas aplicações que esse sistema pode ser usado sem a preocupação de dar continuidade ao projeto com equipamentos da mesma marca.

Devido a essa flexibilidade de equipamentos de marcas diferentes sua instalação pode ser feita com reatores de uma marca e sistema de outra, desde que se comuniquem por protocolo DALI.

Quais lâmpadas posso usar nesse sistema e quais cenários eu consigo criar?

O Sistema DALI além de comandar os reatores dimerizáveis do tipo DALI também permite o controle de lâmpadas LED dimerizáveis. Após a escolha da iluminação correta podemos criar diversos cenários, grava-se toda a programação no controle, pode ser ele um celular, um controle remoto ou até um painel de parede, e então toda vez que selecionar o cenário programado ele irá ligar.

São diversas possibilidades de combinações que podem ser programadas nessas teclas, como por exemplo deixar a tecla 1 responsável por ligar todas as barras LED lineares ligadas a 50% e os LEDS pontuais a 25%. Cada um dos botões você pode programar como achar melhor para a necessidade da aplicação.

Instalação do Sistema DALI

Num sistema de dimerização tradicional que é comandado por um sinal de 1 a 10 volts, utilizado até a invenção do DALI, era necessário que cada driver dimerizável fosse ligado à central de comando por um par de fios polarizados, fazendo um emaranhado de fios. Imagine um sistema com 300 drivers, são 300 pares de fios polarizados chegando até uma central, na qual exige eletrodutos de grande bitolas. A exigência em questão se justifica graças a necessidade do numero total de 300 pares na chegada da central para determinar uma espessura considerável.

Essa é uma grande vantagem de instalação do DALI já que se utiliza apenas de um par de fios sem polaridade que interliga todos os reatores. O mesmo par de fios passa por todos os drivers de forma independente da ligação elétrica do driver, chegando a central de comando (DALI) apenas um par de fios, que pode ser conduzido por qualquer eletroduto pois não sofre interferência de nenhuma ordem, seja de fios elétricos, cabos lógicos de dados ou de telefonia.

Com tal facilidade na instalação tudo é simplificado, inclusive eventuais manutenções. A utilização do DALI em sistemas de automação predial é uma grata realidade já que funciona por endereçamento, então é possível identificar num monitor sempre que um driver estiver com problemas. O técnico vai diretamente ao local e corrige o que estiver errado, seja o Driver ou o LED. Com todas as possibilidades e vantagens que o DALI permite, podemos afirmar que o homem finalmente passou a dominar a luz, fazendo do jeito, forma e cor que desejar numa mesma instalação.

O Sistema DALI pode ser considerado uma automação?

Sim, o Sistema DALI pode ser considerado um porta de entrada em aplicações de automação, o Grupo Discabos é distribuidor oficial da Eelectron no Brasil, empresa totalmente voltada a aplicações de automação para trazer experiências únicas como exemplificadas acima, ela é membro associado a DALI Alliance e tem desenvolvido gateways e módulos específicos para controlar estes sistemas e integra-los a sistemas KNX . Conheça um pouco mais sobre nossas soluções de automação!

Fonte: Da Redação/Assessoria