O impacto econômico provocado pela guerra da Rússia com a Ucrânia vai mexer no preço dos eletrodomésticos no Brasil. Isso porque o aço, uma das principais matérias-primas desse tipo de produto vai aumentar ainda mais. De acordo com a Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos, o aço deve aumentar mais 20% ou 25% em breve, e o repasse chegará aos consumidores.

Por conta disso, geladeiras usadas estão sendo cada vez mais procuradas. De acordo com a Já Vendeu, empresa especializada em compra e venda de itens que não são novos, a busca pelo item cresceu cerca de 245% na plataforma e na loja física nos últimos 3 meses.

Lucas Navarro, especialista da Já Vendeu, fala sobre quais as vantagens de comprar uma geladeira usada, e como escolher o melhor produto. Confira:

Muito mais barato

Optar por um item que não seja novo, mas que esteja em ótimo estado, é a principal vantagem desse tipo de compra. É possível escolher bons produtos por um preço diferenciado. Na loja da Já Vendeu, por exemplo, o modelo Frost Free 431L Electrolux TF55S, custa R$2.300, enquanto o item novo em loja chega a R$3.899,00.

A diferença de preço, geralmente, é de, no mínimo, 30%.

Cuidado com os golpes

A sofisticação nos golpes está cada vez maior. É preciso tomar cuidado para não cair em ciladas. Fique atento ao pagamento antecipado, por exemplo. Você pode enviar o dinheiro e não receber a mercadoria. Depois de analisar o histórico do vendedor nas lojas virtuais e checar que ele realmente existe, prefira cartões de crédito para efetuar o pagamento. Dessa forma, caso você não receba o produto, existe a possibilidade de pedir um estorno à operadora do cartão, pois você foi vítima de fraude. Claro que cada banco tem suas regras, mas ainda é mais seguro que depositar o dinheiro em espécie.

Como escolher uma geladeira usada

Existem diversos vídeos na internet com orientações detalhadas sobre pontos a serem observados durante essa escolha. Entre os principais:

Borracha — verificar se o fechamento e abertura estão corretos e com pressão;

Traseira — observar se peças já foram trocadas e se o equipamento não está enferrujado;

Parte externa — confirmar se possíveis amassados podem ou não comprometer o funcionamento da geladeira.

Escolha uma plataforma segura

A compra de itens usados exige muito mais atenção na hora de escolher o produto. Mesmo que o consumidor saiba analisar alguns detalhes, dificilmente terá conhecimento técnico para uma avaliação completa. Por isso, a principal orientação é escolher uma plataforma segura, que ofereça garantias.

Existem empresas que fazem todo o processo de venda do item usado, desde recolhê-lo na casa ou escritório do vendedor até o teste de garantia e entrega para o comprador. Nesse caso, quem compra tem a certeza de que o produto passou por um teste de qualidade criterioso.

Navarro diz que investir em um item usado é uma ótima escolha. “O vendedor ganha dinheiro com um item que não usa mais. O comprador adquire um produto em bom estado pagando muito menos. E o meio ambiente deixa de receber toneladas de produtos. Essa economia circular só oferece ganho para todos os envolvidos”, conclui.

Para saber mais, acesse o site da Já Vendeu.

Fonte: Da Redação/Assessoria