A primavera chega e os projetos para construção de piscinas transbordam. A diminuição das chuvas e a proximidade com o Verão faz com que as pessoas comecem a sonhar em ter um espaço para curtir e se refrescar durante a estação mais quente do ano. Leandro Rhiaff, arquiteto consagrado do Rio de Janeiro, fala sobre o quanto um projeto arquitetônico feito com sabedoria, pode trazer harmonia e valorizar tanto a obra quanto a vida de quem deseja essa opção de lazer.

O profissional começa falando do que está em alta e cita os modelos de piscina mais procurados na atualidade: “Piscinas com bordas infinitas, que tenham hidromassagem em partes mais rasas são a tendência. As de formato orgânico ainda fazem sucesso, mas as piscinas retangulares, com raia para nadar são as mais pedidas”.

Seja numa casa de campo, praia ou até mesmo no quintal de sua residência, alguns estilos vêm fortes e prometem valorizar ainda mais o ambiente.

“Os revestimentos em pedras naturais que criam um mosaico natural entre o bege, o verde e o turquesa estão super em alta”, certifica Leandro Rhiaff que também traz outro pedido que tem aparecido bastante para a pauta: as piscinas em coberturas de prédio. O arquiteto, porém, ressalta alguns pontos de atenção nesse tipo de projeto.

“É aconselhável que verifique se o projeto estrutural do edifício prevê a possibilidade de se instalar uma piscina e qual o volume máximo e peso suportado pela estrutura. Nunca se deve instalar piscina em cobertura sem o aval de um arquiteto ou engenheiro. Fora isso, a execução da piscina por mão de obra qualificada vai levar em consideração a impermeabilização impecável que evitará problemas de infiltração no futuro. Fora isso, nada com que preocupar”.

A famosa borda infinita

Seja em casas de reality, em fotos de celebridades nas redes sociais, a “borda infinita” está em alta e permeia o sonho de muitos brasileiros. Quem não quer um clique Instagramável no feed? Sobre valores, o arquiteto prevê um aumento de até 10% no valor total do orçamento. “Tecnicamente, a borda infinita precisa de um sistema adicional de escoamento, filtragem e retorno da água. Esse sistema pode encarecer a piscina em até 10% em relação a uma piscina comum, mas o resultado é extraordinário”.

Quanto custa?

Ainda falando sobre os gastos, Leandro Rhiaff não titubeia e avalia um preço médio para um projeto bem-feito.

“Considerando os custos de escavação, estrutura, sistema de filtragem, bombeamento e revestimentos, uma boa base de cálculo seria entre R$ 3.000,00 e R$ 3.500,00 por m² de piscina”.

Uma verdadeira praia

Ao relembrar seus projetos arquitetônicos, Leandro Rhiaff fala sobre um em particular em que o cliente mirou em uma piscina e ganhou uma verdadeira praia.

“Já elaborei projetos bastante especiais de piscinas, quase sempre associadas a áreas gourmet fantásticas. A piscina mais interessante que projetei recebeu revestimento de areia compactada. Era uma verdadeira praia particular. Outra piscina muito interessante que projetei foi para uma família para a qual a acessibilidade era muito importante. Toda a piscina era acessada por rampas com corrimão”.

10 dicas antes de ter uma piscina:

Apesar de ser uma excelente opção de lazer, principalmente em um país tropical, para trazer harmonia, bem-estar e zero dor de cabeça, algumas coisas precisam ser levadas em consideração. O tempo de planejamento, estrutura, iluminação, tudo isso precisa ser levado em consideração.

Para te ajudar, Leandro Rhiaff lista 10 dicas para que você fique atento ao decidir se deve ou não ter uma piscina em casa:

1) Levar em consideração o custo de manutenção mensal da piscina

2) Considerar o melhor local aquele com maior incidência de luz solar pelo maior período do dia. “No Rio de Janeiro, o sol tende a se movimentar do leste ao oeste tendendo à direção norte. Por isso, é necessário posicionar a maior direção da piscina nesse sentido”, explica.

3) Evitar o plantio de árvores de copas muito abrangentes e de raízes muito profundas num raio de 5 metros em volta da piscina

4) É bom levar em consideração a quantidade estimada de pessoas que utilizarão a piscina num dia de encontro especial. Uma pessoa por cada 0,80 m² é um bom cálculo.

5) A não ser pelas pedras naturais, evitar os revestimentos muito porosos, impróprios para aplicação submersa.

6) Optar por revestimento de menor formato para piscina em formato orgânico, devido à facilidade de revestir curvas.

7) Uma piscina digna de revista precisa de iluminação submersa.

8) Havendo a possibilidade no terreno ou construção, a piscina elevada ao invés da piscina enterrada será uma ótima opção, mais exposta à luz solar e com a facilidade de manutenção.

9) A chamada piscina no estilo “prainha”, com uma profundidade menor em áreas específicas, confortável para a curtição da família, é uma tendência entre as celebridades e deve-se levar em consideração as dimensões desse platô para que caibam espreguiçadeiras. O ideal são pelo menos 2 metros de comprimento.

10) As piscinas deverão sempre contar com uma bela decoração no seu entorno, desde o bom projeto da área gourmet, o mobiliário, os decks seco e molhado, a vegetação no entorno, a iluminação geral, os revestimentos e as cores.

Conheça Leandro Rhiaff

Carioca de 37 anos, Leandro formou-se na Universidade Federal do Rio de Janeiro há 13 anos, mas sua paixão pela arquitetura vem desde a infância. Com apenas 10 anos, seus desenhos começaram a chamar a atenção de amigos e familiares. Hoje, com mais de 80 projetos concluídos, Rhiaff tornou-se destaque entre a classe A+ carioca e carrega em seu currículo a especialização em Arquitetura de Luxo, formação completa em Coaching, formação em Análise de Perfil Comportamental e palestrante.

https://leandrorhiaff.com.br/
https://www.instagram.com/leandrorhiaff

Fonte: Da Redação/Assessoria