Os revestimentos vinílicos das linhas EcoClick, EcoHome, Wood Planks, EcoContract, EcoCorp e EcoRock da Episo podem ser instalados no interior do imóvel sobre qualquer superfície dura, lisa e nivelada São ideais para projetos residenciais e corporativos, certificados com a norma ISO 9001 (Quality Management Systems) e ISO 14001 (Environmental Management Systems) e 100% recicláveis. E justamente por terem no PVC sua matéria-prima principal, antes da sua instalação é preciso observar cuidados como a aclimatação.

Para isso, as réguas ou placas devem ser removidas das caixas, dispersadas no ambiente e deixadas para se aclimatar às condições no local por 48 horas antes da instalação. Além disso, a ePiso recomenda que a temperatura ambiente tenha em torno de 20 a 25 graus. “Se estiver acima ou abaixo desta faixa é imperativo deixar o ar condicionado ou o aquecimento ligado durante algumas horas”, explica Ilan Tiktin, diretor da empresa.

Caso estas recomendações não sejam seguidas, o piso estará sujeito a encolhimento, expansão, efeito canoa ou desprendimento da capa de uso. “Quando ocorre e expansão do material dá a impressão de estar “estalando” quando se anda em cima ou pode ocorrer um desgaste precoce”, completa.

Para evitar a expansão exagerada do piso ou desbotamento da cor original, o mesmo não deve ser instalado onde há incidência de sol direto ou em local sujeito às intempéries (variações constantes com forte redução ou aumento da temperatura).

Após ser feita a aclimatação e verificação da temperatura, as réguas ou placas devem ser coladas uma ao lado da outra, sem espaço. “Este simples cuidado é essencial e após a instalação não ocorre qualquer problema de dilatação ou expansão, por isso não é necessário deixar nenhum vão”, completa Ilan.

É de extrema importância usar martelo de borracha ou rolo compressor para pressionar as réguas/placas ao contrapiso bem construído, sólido, estável e nivelado (pode ter desnível máximo de 3 mm a cada 3 metros). Nos casos em que não aderirem é importante verificar se não há umidade ou resíduos, como solvente, tinta, gordura, graxa, produtos asfálticos e outros produtos estranhos e que podem provocar descolamento e aparecimento de bolhas. A poeira também dificulta a aderência ao contrapiso. Além disso, o tempo aberto do adesivo (entre a sua aplicação e a colagem) deve ser seguido de acordo com as instruções dos fabricantes.

Seguidas todas as recomendações, que são enviadas junto com o revestimento vinílico da ePiso, e com a contratação de um profissional treinado e credenciado, a chance de ocorrerem problemas é mínima. As linhas de uso residencial têm garantia de até 15 anos (sobre o produto) e as corporativas de 10 anos.

ePiso

A empresa possui cinco centros de distribuição: em Itajaí (Santa Catarina), Curitiba, Santo André (São Paulo), Rio de Janeiro e Espírito Santo. Informações: www.ePiso.com.br – Tel. (21) 2225-6277 – www.facebook.com/Episo

Fonte: Da Redação/Assessoria/ePiso